Caminhada e Pilates: aliados que ajudam a perder gordura e definir a barriga

Muitas pessoas chegam ao estúdio da HT Pilates perguntando: “Como posso perder essa barriga?”
A resposta é que infelizmente não existe milagre, mas uma coisa é certa, seu corpo pode ficar mais saudável e definido se você tiver força de vontade!
E para começar, uma ideia é você alternar os seus treinos de Pilates com caminhadas semanais.
O Pilates irá auxiliar no ganho de força e definição da musculatura, principalmente da região conhecida como centro de força – o abdômen, além de trabalhar o seu alongamento, cuidar da sua postura e ajudar o equilíbrio do seu corpo. Já a caminhada, embora também ajude no ganho de tônus muscular, prevenção de osteoporose, melhora da circulação sanguínea, também queima bastante suas calorias.
Portanto, se você alternar os dias de seus treinos de Pilates com alguns minutos de caminhada, você logo perceberá os benefícios para a sua saúde, seu corpo e sua mente! Terá um corpo mais forte, saudável e assim verá o resultado do seu empenho desenhado em sua silhueta.

Bicicleta: atividade física benéfica, porém tem seus cuidados preciosos

A bicicleta existe há mais de um século. E ao longo do tempo foi se desenvolvendo e atualmente é praticada por diversas pessoas e de várias idades. Nela foi se desenvolvendo uma técnica refinada de pedalar formada por: encontrar a bicicleta ideal para cada ciclista; tirar o proveito do corpo; e o mais importante, pedalar de maneira correta. A bicicleta precisa estar apropriada para o tipo fisico do ciclista. Sem uma bicicleta apropriada é impossível pedalar da maneira correta.
Ao pedalar, podemos perceber como nossos joelhos se aproximam e se afastam do quadro da bicicleta. Essa movimentação é de extrema importância na fase de potência da pedalada (de 0 a 180 graus do ciclo de revolução do pedal), visto que grande parte do esforço muscular é gerada neste instante. A fase de potência da pedalada é aquela em que a articulação do joelho está mais suscetível a lesões, devido à grande quantidade de força que é transmitida através desta articulação para os pedais
.
Outro fato importante é o esforço localizado em alguns grupos musculares. Os músculos adutores da coxa (parte interna da coxa) são mais sobrecarregados para a manutenção desta posição dos joelhos, pois são eles que realizam esse movimento de aproximação do joelho ao quadro.

Cuidados que devemos ter ao pedalar
Na bicicleta, o problema mais comum é o selim muito baixo ou muito anteriorizado (para frente). Nesses casos, o ideal é deixar o selim em tal posição que o joelho, na parte mais baixa da pedalada, fique com 5 ou 10º de flexão. Tomar cuidado com os joelhos se estão em uma posição confortável e pedalar sem força-los.
Em relação ao quadril, ele realiza um movimento de rotação, então é importante ter os músculos do abdomen firmes para que não venha a ter sobrecarga na coluna. Ao invés de movimentar todo o corpo durante a pedalada, gastando mais energia, limita-se o esforço ao quadril, coxa e região posterior da perna.
Excluindo o trabalho do braço, ombro e pescoço e costas. Estas partes do corpo devem estar relaxada concentrando toda a força da cintura para baixo. Exceto, durante um aclive que ao levantar do selim, é fundamental o trabalho da porção superior do corpo.
A presença de dor nos membros inferiores e pescoço é uma queixa comum entre os ciclistas. Tal sintoma pode ser decorrente de vários tipos de lesões e levam a queda do rendimento e até do prazer em pedalar. As principais causas deste tipo de lesão são a inadequação das dimensões da bicicleta ao corpo do atleta. Quando o ciclista pedala com o selim muito baixo e/ou avançado pode ocorrer uma flexão ou uma movimentação excessiva do joelho, enquanto que com o selim muito alto e/ou recuado pode ocorrer uma tensão excessiva dos músculos posteriores da coxa podendo ocasionar lesões como, por exemplo, tendinites.
Pedalar, andar de bicicleta é uma prática esportiva maravilhosa, como correr, por exemplo. E quem anda e/ou corre sabe que a prática constante transforma o corpo, levando até ao vício. Pedalar é respeitar seu limite e dos outros, é ir mais rápido com menos esforço, diminuindo a possibilidade de sofrer alguma lesão. É ter a consciência do movimento a realizar, saber o que está fazendo, entender a bicicleta, a rua, o meio ambiente, a si mesmo, e o seu desenvolvimento na prática do ciclismo. O pedalar nos prende, nos ensina a controlar os movimentos, a ter calma, a esperar, e ter uma vida mais eqeuilibrada e com muito mais saúde.

Atividade física moderada promove saúde e bem-estar

Atividade física moderada praticada regularmente, como caminhar , andar de bicicleta e atividades esportivas tem significantes benefícios à saúde, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.
Para esses benefícios são recomendados 150 minutos semanais de atividades moderadas, ou 30 minutos 5 vezes por semana.
Estudos comprovam que indivíduos mais ativos possuem:
• Menores taxas de mortalidade relacionada à doença coronária, hipertensão, acidente vascular encefálico, diabetes tipo 2, câncer de colón e de mama.
• Menores riscos de fraturas de quadril e vértebras.
• Maiores níveis de aptidão cardiorrespiratória e muscular.
• Mais suscetíveis à manutenção de peso, massa e composição corporal mais saudável.
E você já fez sua atividade física hoje?

10 Dicas para ter um escritório eco-friendly e bem-estar

Se você se preocupa com o meio ambiente e deseja viver a vida com mais respeito à natureza, saiba que essa mudança não começa apenas em casa, mas também no escritório.

Trazemos a você 10 dicas de como transformar seu local de trabalho em um lugar de bem-estar para você e para o planeta.

Muitos aparelhos ligados, desperdício de água, toneladas de papel descartados sem serem reciclados. É necessário tomar consciência do dano ambiental que gera o mal uso das coisas. Tomar atitudes responsáveis nos locais que vivemos, é o passo fundamental para iniciar a mudança.

O escritório, nosso espaço de trabalho diário, pode ser um dos lugares onde iniciamos a transformação. E o melhor, uma atitude responsável é contagiosa, ou seja, ao trocar sua xícara de café descartável por uma de porcelana, você estimulará  seus colegas a fazerem o mesmo e muitos seguirão o seu exemplo.

Para começar a transformação em seu escritório, te damos 10 dicas simples para fazer do seu local de trabalho, um lugar mais ecológico.

  1. Acabe com as pilhas de papel

Cada vez que você for imprimir alguma coisa, lembre-se disso: 42% da madeira retirada da natureza é destinada à fabricação de papel. Isso é quase metade de todas as árvores derrubadas para consumo humano. Por isso, recomendamos que você evite o consumo desnecessário. Imprima menos folhas e recicle as que foram utilizadas.

  1. Tenha sua própria xícara

A maioria das xícaras descartáveis são feitas de plástico e papel, que acabam sendo acumulados nos lixões da cidade demorando anos para serem decompostos, já que a reciclagem ainda é muito pequena no Brasil. Além disso, os lixões produzem metano, altamente poluente para o ar, o solo e os lençóis freáticos.

Você pode comprar uma xícara da cor da sua empresa , da cor que mais goste, colorida, ou pode mandar imprimir o logo de sua empresa. Pode também ter um conjunto de xícaras para quando recebe visitas. Além de estar contribuindo para o ambiente, você terá um escritório com um toque especial.

  1. Leve marmita

Contribua com o ambiente também no seu almoço. Pedir delivery implica em um desperdício enorme de papel. Quando o pedido chega, há mais folhetos, flyers, envoltórios, fitas e etiquetas, do que alimento, muito papel para apenas um prato de comida. Evitar todo esse desperdício além de diminuir o lixo, é muito mais saudável, pois reaproveitar a comida da sua casa e leva-la ao trabalho, gasta muito menos papel, plástico e outros resíduos, além de você saber a procedência dos ingredientes utilizados.

 

Foto: Tetra Images/Corbis

Foto: Tetra Images/Corbis

 

  1. Utilize “biciboys”

Prefira os serviços de correios e officeboy que utilizam bicicleta, ou reúna o máximo de documentos para serem enviados uma única vez para diminuir o número de viagens. Quanto menos motores na rua, menos poluição do ar e sonora. O que implica em menos consumo de oxigênio, menos emissão e contaminação.

  1. Valorize a luz natural

Utilize iluminação eficiente e confortável para diminuir o consumo de energia. Muitas vezes, estão acesas mais luzes do que o necessário. Troque as lâmpadas convencionais por incandescentes de baixo consumo. Assim, você contribui para a diminuição do aquecimento global e, em consequência, os efeitos sobre o clima e a biodiversidade.

 

Foto: Blue Images/Corbis

Foto: Blue Images/Corbis

 

  1. Gere espaço verde

Desfrute o tempo que passa no escritório. Não acumule papéis, pastas ou arquivos, mantenha um espaço arejado. No lugar dessas coisas, você pode colocar plantas e flores para manter um ambiente verde e agradável para passar as horas que você se dedica ao trabalho.

  1. Cuide da água

Cuidado para não deixar a torneira pingando, certifique-se que está bem fechada depois de usa-la. Converse com a pessoa responsável sobre perdas desnecessárias de água em torneiras e vasos sanitários. Um vaso com defeito pode gastar até  4.500 litros de água por dia.

  1. Priorize o silêncio

A poluição sonora também é contaminação. Os sons indesejados constituem um incômodo grande, principalmente na cidade. Tanto de dia quanto à noite, o barulho pode ocasionar em lesões físicas e emocionais. O que diminui muito o bem-estar e qualidade de vida, pois mesmo sem prestar atenção a ele, o barulho é sempre captado pelo ouvido e o corpo sempre reage a ele.

Então evite o barulho e o desconforto que produz estresse, reduz sua concentração e seu desempenho. Baixe o volume dos auto-falantes, toque de celular e fale mais baixo.

 

Foto: Blue Jean Images/Corbis

Foto: Blue Jean Images/Corbis

 

  1. Mais funcional

Adquira mobília que seja prática para suas necessidades, evite materiais poluentes só porque estão na moda. Tenha em conta que parte do bem-estar de um espaço responsável tem a ver com nossa relação com os objetos. Por isso, é importante contar com mobília adequada e adaptada para o tipo de atividade que realizamos, incluindo a iluminação adequada para a tarefa.

  1. Espalhe essa ideia

Seja um agente ambiental, espalhe suas ideias e ações entre seus colegas. É necessário pensar em formas de utilizar a menor quantidade possível de todos os insumos de informática e de escritório para reduzir o consumo de energia e água. Reciclar o máximo possível e diminuir resíduos que geram lixo.

10 motivos para se alongar

A instrutora de Pilates da HT, Paula Potenza, explica 10 razões para alongar o corpo todos os dias. Siga essas dicas e tenha mais saúde, bem-estar e qualidade de vida!

1- Alongamento são exercícios que promovem a flexibilidade corporal provocando estiramento das fibras musculares aumentando o comprimento da musculatura;

2 – Quanto mais alongada a musculatura maior será a amplitude de movimento articular;

3 – Quanto mais flexibilidade menos chance de lesões musculares;

4 – Antes da atividade física, o alongamento ajuda a preparar a musculatura, protegendo o movimento;

5 – Após a atividade física, para relaxar os músculos solicitados;

6 – Durante o dia para aliviar tensões musculares;

7 – Promove a consciência corporal;

8 – Melhora a circulação sanguínea;

9 – Melhora a postura;

10 – Alivia o estresse.

Alongamento no Pilates: músculos flexíveis e articulações protegidas

Devido ao estresse da vida, correria do dia a dia, vida sedentaria, posturas inadequadas e juntando esses fatores com a não realização de alongamento, tanto o homem, quanto a mulher tem ou pode ter estruturas do seu corpo comprometidas. Os músculos ficam tensos e encurtados, levando a pouca amplitude de movimento e má circulação do sangue causando desconforto e dores.

Alongamento é um exercício fisico para  ganhar flexibilidade muscular. Exercício esse que promove o estiramento das fibras musculares, aumentando seu tamanho, melhorando dores musculares e articulares.

Quanto mais exercícios de alongamento muscular, será maior a movimentação da musculatura e da articulação envolvida, tornando os exercícios do alongamento fundamental para um ótimo funcionamento do seu corpo. Proporcionando maior elasticidade, adaptações a mudanças posturais e também maior agilidade, além de prevenir lesões.

O alongamento muscular pode ser feito antes e depois da atividade física. Mas existem também estudos que indicam realizar o alongamento quando o músculo está aquecido para um desempenho também eficaz.

Para que suas fibras sejam alteradas no  seu comprimento temos que ficar no mínimo de 20 a 60 segundos no alongamento. Escolha posições seguras, com um bom alinhamento corporal. Alongue-se até sentir uma tensão, no alongamento não podemos sentir dores intensas. Mantenha uma frequência nos exercícios de alongamento.

E tem mais: Todas a pessoas podem realizar o alongamento.

O método de Pilates está diretamente relacionado ao exercício de alongamento, pois os exercícios de Pilates desenvolvem a sua flexibilidadeseja eles nos aparelho ou no solo. No Pilates, o alongamento torna-se dinâmico, feito com controle e leveza, dentro de uma amplitude fisiológica, no limite de cada indivíduo sendo atleta ou não.

Os alongamentos são fáceis, mas mesmo assim é preciso cautela e segurança, pois quando realizados de maneira incorreta podem trazer prejuízos. É  sempre recomendável procurar um especalista.

9 ideias de presentes para viciados em Pilates

Vai presentear um viciado em Pilates e não sabe o que dar? A HT te ajuda a escolher.

Te damos algumas dicas que vai deixa-lo muito feliz. Homem, mulher ou criança, os presentes abaixo são utilizados na aula ou para manter a atividade em casa ou nas férias.

  1. Faixa Elástica
Woman using an exercise band --- Image by © Klaus Tiedge/Corbis

Foto: Klaus Tiedge/Corbis

 

  1. Rolo Fitness
Foto: Internet

Foto: Internet

 

  1. Meia Antiderrapante
Foto: internet

Foto: internet

 

  1. Garrafa de água térmica

 

Young woman sitting on an exercise mat --- Image by © Laura Doss/Corbis

Foto: Laura Doss/Corbis

 

  1. Bola Fitness
Woman Doing Sit-Ups With Exercise Ball --- Image by © moodboard/Corbis

Foto: moodboard/Corbis

 

  1. Camiseta Dry Fit
Couple Exercising Together --- Image by © Kate Mitchell/Corbis

Foto: Kate Mitchell/Corbis

 

  1. Bola de peso
Foto: internet

Foto: internet

 

  1. Calça de Ginástica
Foto: Roman Märzinger/Westend61/Corbis

Foto: Roman Märzinger/Westend61/Corbis

 

  1. Anel Tonificador
Foto: Peter Frank/Corbis

Foto: Peter Frank/Corbis

 

7 motivos para praticar atividade física

Nos dias de hoje, muitas pessoas ainda continuam sem dar a devida importância para prática de atividade física, dando espaço ao sedentarismo.
A prática física está diretamente ligada com a boa qualidade de vida e ao bem-estar.

Abaixo seguem alguns motivos para se refletir sobre o que pode nos acontecer se deixarmos de lado ou não praticarmos alguma atividade física, seja Pilates, Musculação, Esportes, Natação, entre outros.
1) Problemas nos Joelhos
O sedentarismo é a maior causa dos problemas nos joelhos seguido da obesidade.
Fazer exercícios com orientação ajuda a desenvolver os músculos que darão suporte aos joelhos, prevenindo e tratando as dores.
2) Músculos Fracos e Cãibras
Um jovem de 20 anos precisa de 50% da força muscular da coxa para levantar-se lentamente sem apoio. Para erguer-se rapidamente, necessita de 75 % da força da coxa. Já um idoso de 80 anos se levanta devagar usando toda a força que tem e não consegue erguer-se rapidamente.
Quem permanece sentado por muito tempo tem a musculatura enfraquecida e não desenvolve sustentação suficiente.
Umas das causas das famosas cãibras musculares são músculos fracos, outra causa do sedentarismo.
3) Perda muscular de uma pessoa sedentária
– Dos 25 aos 50 anos: 10 %
– Dos 50 aos 80 anos: 30%
– Após os 80 anos, já foram eliminados 40%
4) Perda de Massa Óssea
Para desenvolver massa óssea é preciso a prática de atividades que geram impacto.
Caminhada e corrida ajudam nesse processo de crescimento. Para aumentar a massa óssea no quadril, fêmur, exceto coluna lombar, acrescente exercícios que tenham impacto ccom sobrecarga para o desenvolvimento, como Musculação, Pilates e outros.

Oregon, USA --- Man running on waterfront --- Image by © Isaac Lane Koval/Corbis

Foto: Isaac Lane Koval/Corbis

5) Quadros de Depressão
Praticar exercícios físicos faz com que o corpo produza endorfina, hormônio que gera sensações de bem-estar e prazer, combatendo assim a tristeza e depressão.
6) Insônia
Com a prática de atividade física ao mesmo tempo em que ficamos cansados, ocorre também um relaxamento da musculatura corporal. Isso ajuda a eliminar o estresse do dia a dia e com isso conseguimos descansar a mente, tendo assim noites de sono mais serenas e tranquilas.
7) Aparecimento de Doenças
Fazer exercícios diariamente com orientação de um bom profissional, além de fortalecer os músculos, ajuda a prevenir doenças cardíacas, respiratórias, problemas e lesões na coluna, entre outros.

5 Dicas para praticar exercícios no verão

O verão está aí e há certos cuidados a serem tomados ao praticar exercícios físicos na estação mais quente do ano, pois altas temperaturas causam aumento da temperatura corporal ocasionando em enjôos, febre, queda de pressão e desmaios.

Os exercícios indoor são os mais recomendados para os dias quentes, pois evita exposição ao sol e a refrigeração da sala traz conforto e evita o aumento exagerado da temperatura corporal. Confira exercícios ideais para serem praticados no verão:

Woman Doing Palates Outdoors --- Image by © Ben Welsh/Corbis

Foto: Ben Welsh/Corbis

  1. Pilates

Trata-se de um método é praticado indoor e respeita os limites do corpo, evita lesões e fortifica a região abdominal. Não tem contra-indicação, ou seja, todas as pessoas podem praticar, já que as aulas são elaboradas de forma personalizada de acordo com as necessidades e objetivos do aluno.

Além disso, o Pilates proporciona consciência corporal já que a qualidade dos movimentos é priorizada. Todos os músculos, tanto os externos quanto os internos são trabalhados de forma harmônica a fim de fortificar o corpo como um todo. Procure um professor especializado. Se você estiver em local que não há equipamentos, não se preocupe, Pilates pode ser realizado com poucos elementos e há exercícios em Mat, ou seja, no chão e sem equipamentos.

  1. Yoga

A prática também é indoor com ênfase na respiração e na flexibilidade. O Yoga proporciona concentração e revitalização de corpo e mente. Independentemente do método escolhido, o objetivo principal do Yoga é proporcionar bem-estar e consciência no ser vivente dentro de cada um.

  1. Natação

Pode ser praticada de forma indoor, em clube por exemplo ou outdoor se você estiver viajando ou de férias. No último caso, a atividade é completa por trabalhar respiração, tônus muscular e sistema aeróbico, porém alguns cuidados devem ser tomados.

Nunca nade nos horários de pico do sol, use protetor solar e tome muita água. Geralmente, as pessoas mais indicadas para praticar natação nas férias são aquelas que já vinham praticando há alguns meses, pois exercícios feitos de maneira incorreta podem acarretar em dores e cãimbras.

Se você não se sentir seguro, mas gostaria de aproveitar os dias quentes para cair na água, faça com uma bóia ou espaguete para se apoiar, qualquer desconforto cesse os exercícios e descanse.

Portrait of woman in health spa --- Image by © Laura Doss/Corbis

Foto: Laura Doss/Corbis

  1. Hidroginástica

Muitos condomínios e clubes oferecem atividades na piscina durante o verão. Aproveite a instrução de uma pessoa especializada para realizar este tipo de exercícios. Não perca a chance de manter a forma no verão.

  1. Alongamento

Nos dias quentes a temperatura do corpo se eleva com mais rapidez, portanto fica mais gostoso de realizar alongamento do que no frio. Você pode realizar exercícios básicos de pernas, braços e costas se você já pratica atividades físicas regularmente. Se você é novato, procure orientação especializada.

Cuidados

  1. Tome água o tempo todo. As altas temperaturas fazem o corpo perder água rapidamente levando à desidratação.
  2. Evite o sol das 11h às 17h, pois estamos em horário de verão
  3. Não faça exercícios no horário de pico do sol, prefira de manhã bem cedo ou no fim da tarde
  4. Use protetor solar mesmo na sombra
  5. Ao sentir-se cansado ou “pesado” não continue o exercício, pare para descansar alguns minutos
  6. Faça refeições leves com muita salada e frutas
  7. Prefira ingerir água e sucos naturais
  8. Evite a ingestão de álcool já que absorve a água do corpo

5 dicas para manter a sua coluna saudável

Cintia Costa, professora de Pilates no Espaço Kaizen e na HT Pilates, dá cinco dicas básicas para você manter sua coluna sempre em ótimas condições. Seja em casa ou no trabalho crie o hábito de prestar atenção ao seu corpo para evitar o aparecimento de problemas como hérnias, dores, lesões, etc. Com cuidados simples, você evita sobrecarregar a coluna vertebral.

1) Alongue-se diariamente. Principalmente no final do dia, para tirar as cargas destrutivas da coluna e evitar lesão. Se você permanece mais de duas horas na posição sentado. Após este período é recomendado que mude de posição, como se levantar ou realizar um alongamento rápido;

2) Evite pegar objetos muito pesados ou movimentos bruscos;

3) Quando for agachar para pegar algum objeto no chão por exemplo, dobre os joelhos;

4) Procure dormir de preferência na posição de lado. Evite dormir na posição de bruços. Esta é a pior posição para a sua coluna;

5) Beba bastante água, para hidratar os discos intervertebrais.