Como avaliar uma aula de Pilates Boa x uma aula de Pilates Ruim

Existem critérios que ajudam a avaliar e distinguir uma aula de pilates boa de uma aula de pilates ruim. De uma maneira geral, essa avaliação é feita levando em consideração a estrutura física do estúdio de pilates, a formação dos professores e, principalmente, a didática.

Para que uma aula de pilates seja realmente boa e eficaz para a melhoria da qualidade de vida e da consciência corporal, é preciso que os professores estejam em verdadeira sintonia com os alunos, transmitindo a eles um aprendizado profundo e qualificado. Para isso, é importante corrigir os alunos, fazer com que eles entendam de verdade os movimentos e conhecer os objetivos de cada um dentro da prática do pilates.

Para facilitar essa avaliação e ajudá-lo a diferenciar uma boa aula de uma aula ruim, separamos alguns pontos importantes e que merecem atenção no momento de se matricular em um estúdio de pilates. Confira as dicas e observe estes critérios na hora de escolher seu professor e sua aula!

Características de uma Aula de Pilates Boa:

  • Aprimora a execução dos princípios;
  • Proporciona aprendizado sobre o corpo e o que é necessário para os alinhamentos;
  • Tem objetivo bem definido;
  • A sequência de exercícios evolui de acordo com cada etapa da aula, criando uma lógica, ritmo e relação;
  • Proporciona atenção total na execução dos exercícios;
  • O estímulo muscular atinge um nível próximo do limite, respeitando cada indivíduo;
  • Existe uma relação começo, meio e fim.

Características de uma Aula de Pilates Ruim

  • Começa direto nos principais exercícios sem preparar o aluno;
  • Os movimentos são executados sem nenhuma preocupação de alinhamento;
  • Sem foco/objetivo;
  • Não existe uma sequência lógica, fazendo com que a aula não tenha ritmo;
  • Executa os movimentos sem perceber o que está acontecendo com o corpo;
  • O estímulo muscular é aquém ou além dos limites do aluno;
  • A parte inicial não dá subsídios para a parte principal, e a parte final não tem relação com a parte principal.

Se você está em busca de um estúdio de pilates realmente comprometido com seus alunos e que oferece professores especializados e com formação internacional, venha para a HT Pilates e tenha disposição sempre!

Exercícios de Pilates para pessoas que trabalham sentadas

Atualmente, estima-se que 75% dos profissionais que atuam em países industrializados permanecem sentados na maior parte do tempo em que estão no ambiente corporativo. Se fosse somado o tempo que essas pessoas ficam sentadas, a maioria com postura incorreta e que causa a chamada “lesão postural”, seriam incontáveis horas de sobrecarga nos músculos lombares e abdominais.

Quantos profissionais ficam praticamente sentados durante toda a jornada de trabalho? São médicos, dentistas, advogados, administradores, bancários, engenheiros, secretários, alfaiates, costureiras, professores… a lista parece não ter fim!

De fato, existe uma relação de perda da qualidade de vida e, até mesmo, de aumento de lesões que estão associadas ao trabalho feito com uma postura mantida por muito tempo, principalmente se for sentada.

Os principais sintomas são dor na coluna e no pescoço, que surgem por causa de vários problemas em pessoas que ficam sentadas por muito tempo. Além disso, essas pessoas também estão mais predispostas a:

  • Fraqueza muscular;
  • Desvio de coluna;
  • Má formação da consciência corporal;
  • Falta de conhecimento para adotar posturas saudáveis.

Em geral, todos estes problemas se concentram em uma pessoa que fica sentada por longos períodos. O resultado é muito preocupante, pois alguns músculos da coluna e do pescoço ficam sobrecarregados, assim como alguns ligamentos que, em uma postura descompensada, fazem mais força do que deveriam, ficando muito estirados ou até mesmo torcidos.

O Pilates é a melhor solução para pessoas que trabalham sentadas

As pessoas que trabalham sentadas podem aproveitar as vantagens do Pilates, com exercícios de fortalecimento muscular e alongamento para prevenir lesões e fazer o tratamento de problemas já adquiridos. O Pilates é completo e inclui práticas de reeducação postural e conscientização corporal, deixando o dia a dia mais agradável, interessante, sem dores e com muita disposição!

De novo, não custa repetir: a sugestão é fazer Pilates! O Pilates é um treino de fortalecimento de músculos que estão enfraquecidos, alguns quase esquecidos em uma rotina sedentária. Além disso, a prática frequente aumenta a mobilidade das articulações, estimulando a flexibilidade.

Em pouco tempo, o equilíbrio também fica mais aguçado, justamente por causa de exercícios feitos devagar, com concentração, com o intuito de conhecer o próprio corpo para, em seguida, promover a reeducação dos movimentos e posturas. É uma prática relaxante, que não causa irritação e nem estresse ao aluno.

O Pilates é indicado para pessoas que trabalham sentadas porque todos os exercícios ajudam a promover o alinhamento postural. Depois de algumas aulas, já é possível perceber o músculo mais tonificado e forte, deixando o aspecto geral mais saudável, em perfeita harmonia.

Quer saber outros benefícios do Pilates?

  • A prática ajuda na coordenação motora;
  • Aulas regulares melhoram o nível de concentração no próprio trabalho;
  • É possível ter um ótimo condicionamento físico com a prática de Pilates.

Para saber mais, aproveite o cupom promocional da HT Pilates e venha fazer uma aula com a gente!

5 exercícios de Pilates para aliviar a dor na coluna

A dor na coluna faz parte da rotina de muitos brasileiros. Infelizmente, esse tipo de incômodo pode atrapalhar a rotina de trabalho, estudos e até de cuidados com a casa. Mas existem formas de aliviar essa dor, e uma das saídas é fazer os exercícios do pilates.

O pilates é indicado para todos os tipos de pessoas, independentemente da idade ou momento da vida. Ele é ótimo para os idosos, mulheres grávidas, pessoas que sofrem com ansiedade e estresse e até aqueles que são acometidos pelas dores na coluna.

Abaixo, listamos alguns tipos de exercícios de pilates que ajudam a aliviar essas dores. Veja:

The roll up: o exercício conhecido como roll up é excelente para a articulação da coluna e ajuda no fortalecimento abdominal.

Alongamento: o alongamento é indicado para as pessoas com dores na coluna, pois reduz as chances de lesões e auxilia no relaxamento muscular.

Elevação do quadril: esse tipo de elevação fortalece e tonifica os músculos da coluna vertebral, ajudando o praticante a ter uma melhor postura e, consequentemente, a aliviar a dor que sente nas costas.

Tree: o tree é um exercício muito conhecido no pilates. Ele trabalha as panturrilhas e a extensão da coluna, o que ajuda no alívio das dores.

Ponte: a ponte, também conhecida como shoulder bridge, é um dos melhores exercícios para as pessoas que sofrem com esse tipo de dor. Ela ajuda a manter a coluna mais saudável e aumenta a resistência do praticante.

Recomendações importantes

Uma das recomendações para quem está começando a fazer atividade física, como o pilates, é procurar um profissional especializado, para que ele possa fazer uma análise individual e sugerir uma série de exercícios planejada. Depois disso, você conseguirá praticar o pilates com total segurança.

Agora que você já sabe todos os benefícios da atividade para as pessoas com dores na coluna, não deixe de colocar o pilates na sua rotina e sinta a melhora de seus sintomas em um curto espaço de tempo. Para fazer uma aula experimental, entre em contato com a HT Pilates.

Vida nova: conheça 5 exercícios de Pilates perfeitos para quem está sedentário

Você é sedentário, quer começar a se movimentar, mas não sabe como? Então, veja as dicas que separamos para você e não perca mais tempo. Comece agora mesmo a mudar a sua rotina!

O primeiro passo para sair do sedentarismo e conquistar uma vida nova é escolher uma atividade física que seja prazerosa e que dê vontade de praticar. Uma ótima opção é o pilates!

Além de ser um exercício que traz inúmeros benefícios para a saúde e o bem-estar, o pilates também é uma excelente escolha pois é apropriado para as mais diferentes pessoas e idades, podendo ser praticado até por idosos e durante a gravidez.

Mas claro que os exercícios para quem está começando devem ser muito bem pensados. Por isso, separamos algumas opções para você que está saindo do sedentarismo. Veja:

Alongamento: o alongamento é um exercício muito praticado no pilates. Ele é indicado para todas as idades.

Exercícios com bola: se você conhece alguém que pratica o pilates, com certeza já deve ter ouvido falar das bolas utilizadas durante a aula. É possível fazer os mais diversos exercícios com essas bolas e pode ser uma ótima escolha para quem está começando.

Bicicleta no chão: esse exercício simula os movimentos na bicicleta e é muito bom para os principiantes no pilates, uma vez que estimula bastante o corpo e já ajuda a fortalecer os músculos.

Elevação do quadril: um exercício que requer um nível alto de esforço e que pode ser praticado em casa, estimulando os principiantes a treinarem também quando estiverem fora da sala de aula.

Tesoura: a tesoura é muita conhecida no pilates e praticada por alunos novos, mas também por pessoas que já são adeptas da atividade há um bom tempo.

Independentemente de qual dos cinco exercícios você escolher fazer primeiro, lembre-se que é fundamental a orientação de um profissional especializado, principalmente no início da prática esportiva.

Quer conhecer mais sobre o pilates? Entre em contato com a HT Pilates! Preencha o nosso formulário e marque uma aula experimental. Esse será o início de uma vida nova para você!

Pesquisas mostram por que o Pilates é tão bom para as mulheres

O pilates é indicado para pessoas com os mais diferentes objetivos, mas quando se trata da saúda da mulher, ficam ainda mais evidentes os benefícios dessa atividade.

Inúmeras pesquisas já revelaram a importância de uma rotina de exercícios físicos para o público feminino, uma vez que eles trazem mais qualidade de vida e bem-estar às praticantes. No que diz respeito ao pilates, o exercício ajuda o sexo feminino na gravidez, no pós-parto, na prevenção de doenças, na melhora de inúmeros aspectos e também contribui quando a mulher atinge a terceira idade. Veja a lista que fizemos sobre o tema:

Mulheres ansiosas: a rotina da mulher trabalhadora e que cuida dos filhos pode ser muito exaustiva e causar ansiedade. Nesse aspecto, o pilates ajuda no controle, na concentração e na diminuição da ansiedade.

Mulheres que sofrem com a TPM: a TPM é um problema comum no universo feminino, e esse estresse pode prejudicar, e muito, a vida da mulher. Por isso, praticar o pilates, exercício que ajuda no alívio da tensão, é importante para a saúde física e emocional.

Mulheres grávidas: a gravidez é uma época marcante na vida da mulher e tornar esse momento mais prazeroso é o desejo de todas elas. A prática do pilates durante a gestação só traz benefícios à mãe e ao bebê, contribuindo até para o aumento da chance de ter um parto normal.

Mulheres que estão na menopausa: a menopausa é uma fase inevitável na vida da mulher, mas tornar essa transição menos conturbada é a escolha de todo o universo feminino. Uma saída é o pilates, uma vez que ele deixa mais amenos os sintomas da variação hormonal.

Mulheres com osteoporose: por ser uma atividade física que envolve todo o corpo, o pilates ajuda no tratamento da osteoporose, melhora a resistência física e aumenta a força.

Mulheres que buscam a silhueta fina: ter curvas acentuadas e um corpo mais fino é o objetivo de muitas mulheres. Para isso, pratique o pilates e garanta uma silhueta bonita com a prática regular dos exercícios.

Preencha o formulário da HT Pilates e comece a prática dessa atividade o mais rápido possível.

5 exercícios de Pilates poderosos e que ajudam a emagrecer

Perder peso é o sonho de muitas pessoas, e essa tarefa não é nada fácil. Alguns recorrem a dietas e outros a exercícios na academia, mas existe uma atividade que pode ajudar muito nesse processo: o pilates.

Nem todo mundo conhece os benefícios do pilates no emagrecimento, mas a verdade é que essa atividade é uma ótima opção para aqueles que querem um exercício prazeroso e com gasto calórico elevado.

Basicamente, o pilates troca a gordura do seu corpo por massa magra, melhora seu condicionamento físico, alonga sua postura, modela suas curvas e ainda acelera o seu metabolismo. Claro que não é só na balança que esses fatores influenciam. Tudo isso aumenta a autoestima e melhora o bem-estar.

Mas afinal, quais os melhores exercícios para emagrecer?

Alguns exercícios são ainda mais benéficos quando o assunto é emagrecimento, pois promovem uma maior queima de gordura. Veja alguns deles:

Prancha abdominal: um exercício simples, mas muito funcional para o processo de emagrecimento. Essa atividade também é ótima para manter uma postura correta.

Exercícios com a bola: existem inúmeros exercícios que podem ser realizados com a bola, e todos eles ajudam a emagrecer. Alguns, além de acelerar a perda de peso, também contribuem para modelar o corpo.

Abdominal: o abdominal é uma ótima escolha para aqueles que buscam o emagrecimento, mas não é só esse benefício que ele traz. O exercício também é ótimo para o fortalecimento dos músculos do abdômen.

Flexão de braço: a flexão também é um exercício que requer um grande esforço de seu praticante. Por esse motivo, é uma excelente alternativa para aqueles que querem um treino voltado para o emagrecimento.

Bicicleta no chão: esse exercício simula os movimentos em cima de uma bicicleta e, por isso, ele mexe o corpo como um todo e acelera o gasto calórico.

Os resultados já aparecem no primeiro mês de aula. Para começar agora mesmo e acelerar a sua perda de peso, entre em contato com a HT Pilates e faça uma aula experimental.

Por que as pessoas têm tanta dificuldade em manter uma rotina de atividades físicas? 10 dicas sagradas que vão ajudar você a vencer esse desafio

Começar um programa de atividade física é um grande desafio para muita gente. Fazer com que essa rotina se torne um hábito é algo ainda mais complicado, mas existem dicas simples e muito eficientes que podem te ajudar nesse momento. Veja só:

  1. Tenha um objetivo alcançável

Ter um objetivo é algo que motiva a maioria das pessoas, ainda mais quando se trata de uma meta para deixar o corpo mais bonito e saudável. Por isso, antes de iniciar sua rotina, planeje uma meta de curto prazo, mas nada impossível de conseguir. Assim, quando você atingir seu objetivo, com certeza terá ainda mais motivação para continuar as atividades.

  1. Leve um amigo

Treinar com um amigo é muito motivador. Quando duas pessoas se comprometem com uma rotina de exercícios, fica muito mais fácil ter estímulo para não desistir das atividades.

  1. Procure uma atividade que te dê prazer

Um dos grandes fatores que fazem uma pessoa desistir da atividade física é a prática de algo que não agrada. É normal termos uma tendência para determinado esporte ou atividade. Por isso, escolha algo agradável e que seja prazeroso.

  1. Tenha uma rotina

A rotina ajuda muito na hora de praticar uma atividade. Quando você planeja um treino, fica muito mais difícil desistir. A atividade física precisa fazer parte da sua agenda diária.

  1. Escolha o melhor horário

Cada um tem um horário predileto para treinar. Veja qual deles você prefere, seja no período da manhã, tarde ou noite.

  1. Tenha calma

No início, você sentirá algumas dores normais para quem está começando. Tenha calma e não desista de seu objetivo. Lembre-se, com o tempo tudo melhora!

  1. Descanse

Não deixe que a ansiedade seja sua maior inimiga. Além de começar com calma e programar sua rotina de exercícios, é importante descansar e alternar as atividades. Assim, seu corpo consegue se recuperar para o próximo treino.

  1. Criatividade sempre

Quando realmente não sobrar tempo para o treino, seja criativo e faça o exercício que for possível. Por exemplo, prefira as escadas ao elevador e a caminhada à saída de carro.

  1. Ambiente agradável

Se você é daqueles que não gostam do ambiente da academia, procure um outro espaço que seja confortável e prazeroso. Uma ótima saída é a prática de atividades físicas ao ar livre.

  1. Comece já

Não deixe para depois, inicie seu exercício agora mesmo. Uma ótima opção é o pilates. Para experimentar essa atividade, venha fazer uma aula com a HT Pilates. Preencha o formulário e agende seu horário!

É iniciante no Pilates? 10 dicas para você aproveitar ao máximo suas aulas e não perder a motivação

A prática do pilates pode se tornar ainda mais proveitosa quando o praticante mantém um elevado nível de motivação. Por isso, separamos aqui 10 dicas importantes para que você aproveite ao máximo suas aulas. Confira!

  1. Pesquise mais sobre o pilates

Antes de ir para a primeira aula, é importante que o aluno tenha consciência do que é o pilates e quais os benefícios que ele pode trazer. Isso ajuda a elevar a motivação.

  1. Não tenha medo

Arrisque durante as aulas e não tenha nenhum medo dos exercícios propostos para você. Com o acompanhamento de um profissional, os resultados do pilates serão sempre satisfatórios.

  1. Foco total nos resultados

Pense em todos os benefícios que o pilates trará à sua vida. Em questão de tempo, seu corpo sentirá os resultados e isso te trará ainda mais motivação para continuar.

  1. Comece pelos exercícios mais fáceis

O pilates tem exercícios mais fáceis e outros mais difíceis. Se você estiver começando agora, pratique os exercícios voltados aos iniciantes. Com o tempo, você vai progredindo e aprendendo as técnicas mais complexas.

  1. Quer emagrecer?

Se o emagrecimento é o seu objetivo, pense em quanto o pilates pode te ajudar com essa meta e continue firme nos exercícios.

  1. Diminuição das dores

As dores são incômodas para qualquer pessoa. Por isso, diminui-las através do pilates pode ser um incentivo e tanto.

  1. Aprenda a respirar

A respiração pode te ajudar em diversos momentos da vida. Por esse motivo, use o pilates para aprender a maneira certa de respirar. Com certeza, isso deixará esta e outras atividades físicas muito mais tranquilas e prazerosas.

  1. O início das atividades físicas

O pilates pode ser apenas o ponta pé em seu programa de exercícios físicos. Faça da atividade a sua rotina e, aos poucos, você sentirá um imenso prazer em viver uma vida mais leve e saudável.

  1. Seja persistente

Não pense em desistir, seja persistente durante as aulas. Isso te ajudará a manter o foco no exercício.

  1. Apresente o pilates aos seus amigos

Divulgue os benefícios do pilates e traga amigos para praticar com você. Assim, você terá mais um motivo para ser um aluno frequente e ativo nas aulas.

Comece o pilates agora mesmo! Entre em contato com a HT Pilates e garanta já a sua aula experimental!

Uma boa postura na sala de aula e para carregar sua mochila de escola

Começo de ano e a volta das aulas estão aí. Tudo isso significa cuidado com seus filhos e a postura deles com o uso da mochila e na própria sala de aula. A boa postura é fundamental para o seu filho.

Uma orientação da postura em sala de aula e o uso correto das mochilas por profissionais qualificados com fisioterapeutas, ergonomistas e educadores físicos evita problemas na coluna.

As crianças e adolescentes estão cada vez mais se queixando de dores na coluna e no corpo, pelo excessivo pesos nas mochilas escolares, o uso intenso de computadores e videogame. As mochilas muitas vezes têm peso superior ao recomendado para o seu corpo. Cerca de 80% das crianças de 8 a 10 anos apresentam dores nas costas. O uso inadequado das mochilas escolares trazem problemas sérios em sua saúde. Como escoliose.

A má postura no ambiente escolar leva os alunos em fase de crescimento e desenvolvimento a apresentar problemas posturais. Problemas físicos que podem acometer crianças e adolescentes têm início na fase de crescimento. Pelo fato de serem crianças, e não adultos, o esqueleto está em fase de formação, sendo mais susceptível a deformações e as estruturas músculoesqueléticas, apresentam menor suportabilidade à carga. O excesso de peso é um fator causador da lordose lombar, pois altera a linha do quadril em função do abdômen proeminente.

Segundo divulgado na Agência Câmara de Notícias, em Brasília, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou no dia 24 de abril (2012) um projeto de lei, de caráter conclusivo, que estabelece que as mochilas escolares não pode pesar mais de 15 % do peso corporal do aluno. Assim, se uma criança pesa 20 quilos, não deve carregar mais que 3 quilos na mochila.

Segue abaixo algumas dicas de postura ao carregar a sua mochila e em sala de aula.

– Devem ser verificado a regulagem da altura das alças. As alças não podem ficar muito longas. Ficando longas automaticamente levamos o corpo para frente para equilibrar durante a caminhada. Isto pode caudar dores e desvios posturais por compensar a força.

– A mochila não deve ultrapassar o quadril.

– Carregar a mochila em uma alça só e apoiada em um ombro só não é aconselhável. As duas alças precisam estar nos dois ombros apoiadas.

– Quando for levar muitos materiais escolares é preferível diminuir o peso na mochila e levar alguns em uma pasta segurando pelas mãos, junto ao peito.

– O material escolar deve ser bem distribuído em sua mochila, sendo que os materiais mais pesados e maiores devem ficar próximos as costas.

– O assento escolar deve estar a uma altura onde a criança fique com os braços apoiados na mesa ou no apoio da cadeira.

 

– Os estudantes devem estar sentados com as coxas paralelas ao solo e com os joelhos dobrados. A coluna deve permanecer sempre reta, em um ângulo de 90º sentindo a coluna lombar parte de baixo bem encostada no assento.

– É importante utilizar cadeiras confortáveis e com bordas arredondadas, para não comprometer a circulação sanguínea dos membros inferiores;

– Se possível, utilizar um apoio para os pés.

– Reveze momentos em pé, sentado e em movimento Não fique muito tempo na mesma posição.

– Use tênis ou sapatos confortáveis

– Pratique exercícios físicos. Procure uma atividade que traga bem-estar para seus filhos. Com o tempo, a pessoa tende a diminuir massa muscular e o controle que tem da postura. Fica mais difícil manter-se ereto ou se mexer da forma adequada.

Hoje em dia, a prevenção é uma área de grande crescimento na saúde. Os pais precisam estar ciente do que está acontecendo com seus filhos. As reclamações das dores na coluna e no corpo é importante e não pode deixar para depois.

Saúde no trabalho: tenha mais disposição e rendimento

A saúde do trabalhador e um ambiente de trabalho saudável são de extrema importância , não somente pela manutenção da saúde dos indivíduos como também para contribuir com a produtividade, qualidade , motivação e satisfação no trabalho.

 

O principal objetivo da ergonomia é desenvolver e aplicar técnicas de adaptação do homem ao seu trabalho, de forma eficiente e segura, visando otimização do bem estar . Assim trazendo resultados positivos tanto para o trabalhador quanto para a empresa.

 

Leia também:

– 10 motivos para se alongar

– Condromalácia patelar: causas e tratamentos

 

O termo DORT ( doenças osteomusculares relacionadas ao trabalho) esta relacionado com diversas doenças que afetam o trabalhador, entre as mais conhecidas: tendinites, tenossinovites, bursite entre outras. São alterações e sintomas de diversos níveis que afetam o trabalhador em decorrência do excesso de uso do sistema osteomuscular no trabalho.

 

saude-trabalho1

Foto: ache.com.br

Algumas soluções podem ser encontrada para prevenir e evitar que a postura de trabalho afete a sua saúde.

 

Dicas

 

  • Utilize cadeira com encosto e assentos estofados, com a possibilidade de regular a altura e de rotação para os dois lados.

 

  • Mantenha a postura ereta para evitar dores na lombar, e com apoio para os braços e para os pés, a fim de evitar tensões e sobrecarga nos membros.

 

  • Altura da cadeira deve permitir que os pés toquem no chão, joelhos e cotovelos a 90 graus.

 

  • A cada 3 horas realize pausas de 5 a 10 minutos para realizar exercícios de alongamento, flexibilidade e respiratórios. Evitando dores e retomando a disposição para o trabalho.

Fontes:

http://www.ergonomianotrabalho.com.br/lerdort.html

http://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=378&Itemid=1

http://www.ache.com.br/Corp/musculo-ergonomia.aspx

http://www.oficinadanet.com.br/artigo/799/ergonomia

Foto: ache.com.br

Foto: ache.com.br