Alongamento no Pilates: músculos flexíveis e articulações protegidas

Devido ao estresse da vida, correria do dia a dia, vida sedentaria, posturas inadequadas e juntando esses fatores com a não realização de alongamento, tanto o homem, quanto a mulher tem ou pode ter estruturas do seu corpo comprometidas. Os músculos ficam tensos e encurtados, levando a pouca amplitude de movimento e má circulação do sangue causando desconforto e dores.

Alongamento é um exercício fisico para  ganhar flexibilidade muscular. Exercício esse que promove o estiramento das fibras musculares, aumentando seu tamanho, melhorando dores musculares e articulares.

Quanto mais exercícios de alongamento muscular, será maior a movimentação da musculatura e da articulação envolvida, tornando os exercícios do alongamento fundamental para um ótimo funcionamento do seu corpo. Proporcionando maior elasticidade, adaptações a mudanças posturais e também maior agilidade, além de prevenir lesões.

O alongamento muscular pode ser feito antes e depois da atividade física. Mas existem também estudos que indicam realizar o alongamento quando o músculo está aquecido para um desempenho também eficaz.

Para que suas fibras sejam alteradas no  seu comprimento temos que ficar no mínimo de 20 a 60 segundos no alongamento. Escolha posições seguras, com um bom alinhamento corporal. Alongue-se até sentir uma tensão, no alongamento não podemos sentir dores intensas. Mantenha uma frequência nos exercícios de alongamento.

E tem mais: Todas a pessoas podem realizar o alongamento.

O método de Pilates está diretamente relacionado ao exercício de alongamento, pois os exercícios de Pilates desenvolvem a sua flexibilidadeseja eles nos aparelho ou no solo. No Pilates, o alongamento torna-se dinâmico, feito com controle e leveza, dentro de uma amplitude fisiológica, no limite de cada indivíduo sendo atleta ou não.

Os alongamentos são fáceis, mas mesmo assim é preciso cautela e segurança, pois quando realizados de maneira incorreta podem trazer prejuízos. É  sempre recomendável procurar um especalista.

9 ideias de presentes para viciados em Pilates

Vai presentear um viciado em Pilates e não sabe o que dar? A HT te ajuda a escolher.

Te damos algumas dicas que vai deixa-lo muito feliz. Homem, mulher ou criança, os presentes abaixo são utilizados na aula ou para manter a atividade em casa ou nas férias.

  1. Faixa Elástica
Woman using an exercise band --- Image by © Klaus Tiedge/Corbis

Foto: Klaus Tiedge/Corbis

 

  1. Rolo Fitness
Foto: Internet

Foto: Internet

 

  1. Meia Antiderrapante
Foto: internet

Foto: internet

 

  1. Garrafa de água térmica

 

Young woman sitting on an exercise mat --- Image by © Laura Doss/Corbis

Foto: Laura Doss/Corbis

 

  1. Bola Fitness
Woman Doing Sit-Ups With Exercise Ball --- Image by © moodboard/Corbis

Foto: moodboard/Corbis

 

  1. Camiseta Dry Fit
Couple Exercising Together --- Image by © Kate Mitchell/Corbis

Foto: Kate Mitchell/Corbis

 

  1. Bola de peso
Foto: internet

Foto: internet

 

  1. Calça de Ginástica
Foto: Roman Märzinger/Westend61/Corbis

Foto: Roman Märzinger/Westend61/Corbis

 

  1. Anel Tonificador
Foto: Peter Frank/Corbis

Foto: Peter Frank/Corbis

 

7 motivos para praticar atividade física

Nos dias de hoje, muitas pessoas ainda continuam sem dar a devida importância para prática de atividade física, dando espaço ao sedentarismo.
A prática física está diretamente ligada com a boa qualidade de vida e ao bem-estar.

Abaixo seguem alguns motivos para se refletir sobre o que pode nos acontecer se deixarmos de lado ou não praticarmos alguma atividade física, seja Pilates, Musculação, Esportes, Natação, entre outros.
1) Problemas nos Joelhos
O sedentarismo é a maior causa dos problemas nos joelhos seguido da obesidade.
Fazer exercícios com orientação ajuda a desenvolver os músculos que darão suporte aos joelhos, prevenindo e tratando as dores.
2) Músculos Fracos e Cãibras
Um jovem de 20 anos precisa de 50% da força muscular da coxa para levantar-se lentamente sem apoio. Para erguer-se rapidamente, necessita de 75 % da força da coxa. Já um idoso de 80 anos se levanta devagar usando toda a força que tem e não consegue erguer-se rapidamente.
Quem permanece sentado por muito tempo tem a musculatura enfraquecida e não desenvolve sustentação suficiente.
Umas das causas das famosas cãibras musculares são músculos fracos, outra causa do sedentarismo.
3) Perda muscular de uma pessoa sedentária
– Dos 25 aos 50 anos: 10 %
– Dos 50 aos 80 anos: 30%
– Após os 80 anos, já foram eliminados 40%
4) Perda de Massa Óssea
Para desenvolver massa óssea é preciso a prática de atividades que geram impacto.
Caminhada e corrida ajudam nesse processo de crescimento. Para aumentar a massa óssea no quadril, fêmur, exceto coluna lombar, acrescente exercícios que tenham impacto ccom sobrecarga para o desenvolvimento, como Musculação, Pilates e outros.

Oregon, USA --- Man running on waterfront --- Image by © Isaac Lane Koval/Corbis

Foto: Isaac Lane Koval/Corbis

5) Quadros de Depressão
Praticar exercícios físicos faz com que o corpo produza endorfina, hormônio que gera sensações de bem-estar e prazer, combatendo assim a tristeza e depressão.
6) Insônia
Com a prática de atividade física ao mesmo tempo em que ficamos cansados, ocorre também um relaxamento da musculatura corporal. Isso ajuda a eliminar o estresse do dia a dia e com isso conseguimos descansar a mente, tendo assim noites de sono mais serenas e tranquilas.
7) Aparecimento de Doenças
Fazer exercícios diariamente com orientação de um bom profissional, além de fortalecer os músculos, ajuda a prevenir doenças cardíacas, respiratórias, problemas e lesões na coluna, entre outros.

5 Dicas para praticar exercícios no verão

O verão está aí e há certos cuidados a serem tomados ao praticar exercícios físicos na estação mais quente do ano, pois altas temperaturas causam aumento da temperatura corporal ocasionando em enjôos, febre, queda de pressão e desmaios.

Os exercícios indoor são os mais recomendados para os dias quentes, pois evita exposição ao sol e a refrigeração da sala traz conforto e evita o aumento exagerado da temperatura corporal. Confira exercícios ideais para serem praticados no verão:

Woman Doing Palates Outdoors --- Image by © Ben Welsh/Corbis

Foto: Ben Welsh/Corbis

  1. Pilates

Trata-se de um método é praticado indoor e respeita os limites do corpo, evita lesões e fortifica a região abdominal. Não tem contra-indicação, ou seja, todas as pessoas podem praticar, já que as aulas são elaboradas de forma personalizada de acordo com as necessidades e objetivos do aluno.

Além disso, o Pilates proporciona consciência corporal já que a qualidade dos movimentos é priorizada. Todos os músculos, tanto os externos quanto os internos são trabalhados de forma harmônica a fim de fortificar o corpo como um todo. Procure um professor especializado. Se você estiver em local que não há equipamentos, não se preocupe, Pilates pode ser realizado com poucos elementos e há exercícios em Mat, ou seja, no chão e sem equipamentos.

  1. Yoga

A prática também é indoor com ênfase na respiração e na flexibilidade. O Yoga proporciona concentração e revitalização de corpo e mente. Independentemente do método escolhido, o objetivo principal do Yoga é proporcionar bem-estar e consciência no ser vivente dentro de cada um.

  1. Natação

Pode ser praticada de forma indoor, em clube por exemplo ou outdoor se você estiver viajando ou de férias. No último caso, a atividade é completa por trabalhar respiração, tônus muscular e sistema aeróbico, porém alguns cuidados devem ser tomados.

Nunca nade nos horários de pico do sol, use protetor solar e tome muita água. Geralmente, as pessoas mais indicadas para praticar natação nas férias são aquelas que já vinham praticando há alguns meses, pois exercícios feitos de maneira incorreta podem acarretar em dores e cãimbras.

Se você não se sentir seguro, mas gostaria de aproveitar os dias quentes para cair na água, faça com uma bóia ou espaguete para se apoiar, qualquer desconforto cesse os exercícios e descanse.

Portrait of woman in health spa --- Image by © Laura Doss/Corbis

Foto: Laura Doss/Corbis

  1. Hidroginástica

Muitos condomínios e clubes oferecem atividades na piscina durante o verão. Aproveite a instrução de uma pessoa especializada para realizar este tipo de exercícios. Não perca a chance de manter a forma no verão.

  1. Alongamento

Nos dias quentes a temperatura do corpo se eleva com mais rapidez, portanto fica mais gostoso de realizar alongamento do que no frio. Você pode realizar exercícios básicos de pernas, braços e costas se você já pratica atividades físicas regularmente. Se você é novato, procure orientação especializada.

Cuidados

  1. Tome água o tempo todo. As altas temperaturas fazem o corpo perder água rapidamente levando à desidratação.
  2. Evite o sol das 11h às 17h, pois estamos em horário de verão
  3. Não faça exercícios no horário de pico do sol, prefira de manhã bem cedo ou no fim da tarde
  4. Use protetor solar mesmo na sombra
  5. Ao sentir-se cansado ou “pesado” não continue o exercício, pare para descansar alguns minutos
  6. Faça refeições leves com muita salada e frutas
  7. Prefira ingerir água e sucos naturais
  8. Evite a ingestão de álcool já que absorve a água do corpo

5 dicas para manter a sua coluna saudável

Cintia Costa, professora de Pilates no Espaço Kaizen e na HT Pilates, dá cinco dicas básicas para você manter sua coluna sempre em ótimas condições. Seja em casa ou no trabalho crie o hábito de prestar atenção ao seu corpo para evitar o aparecimento de problemas como hérnias, dores, lesões, etc. Com cuidados simples, você evita sobrecarregar a coluna vertebral.

1) Alongue-se diariamente. Principalmente no final do dia, para tirar as cargas destrutivas da coluna e evitar lesão. Se você permanece mais de duas horas na posição sentado. Após este período é recomendado que mude de posição, como se levantar ou realizar um alongamento rápido;

2) Evite pegar objetos muito pesados ou movimentos bruscos;

3) Quando for agachar para pegar algum objeto no chão por exemplo, dobre os joelhos;

4) Procure dormir de preferência na posição de lado. Evite dormir na posição de bruços. Esta é a pior posição para a sua coluna;

5) Beba bastante água, para hidratar os discos intervertebrais.