O que é Ergonomia?

O ser humano é um primata, mas uma das diferenças cruciais entre nós e nossos primos macacos, é o fato de andarmos completamente eretos. Outro ponto de diferença brutal é a presença do dedo polegar. Esses dois fatores determinantes unidos à consciência na modificação do mundo ao seu redor, levam o ser humano a inventar e realizar tipos de trabalho que são totalmente contra à sua natureza.

Devido a isso, a história mostra diversos problemas que a humanidade passou por causa da falta de adaptação do operacional de determinados trabalhos com a natureza do humano  responsável por opera-lo. Um exemplo disso, é o caso de Chernobyl, especialistas dizem que as máquinas utilizadas nos reatores tinham um modo operacional que ia além da capacidade motora de seus operários.

Outro exemplo, são os aviões do exército, que eram habilitados de maneira contrária ao movimento natural do piloto.

Observando todos esses problemas, surge a Ergonomia. Um campo de estudo que abrange diversas áreas do conhecimento, como engenharia, psicologia, antropologia, anatomia, etc.

Ergonomia deriva do grego ergon (trabalho) e nomos (normas, lei). Por ser um campo inerente ao ser humano, a ergonomia está presente em tudo que envolve pessoas.

Ergonomia é basicamente a adaptação do trabalho à natureza do ser humano, relacionando as características da anatomia humana, fisiologia, postura e biomecânica em relação à atividade física.

O que comer antes e depois de praticar Pilates ou outra atividade física

Exercício físico todo mundo sabe que faz bem para a saúde. Cada ano ou mesmo cada passar de mês, existem novas pesquisas sobre atividade física e os benefícios que ela nos traz.

Todos deveriam fazer exercícios físicos, com qualquer idade. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a prática frequente de uma atividade física reduz muito o risco de morte prematura nos indivíduos e também traz benefícios espetaculares à sua saúde. Como por exemplo, melhora do seu humor, da ansiedade, do estresse e na prevenção de doenças articulares, auxilia da prevenção ou redução da osteoporose e problemas do coração.

A atividade física constante tem uma contribuição muito importante para a manutenção e perda do peso corporal. Durante os exercícios físicos o metabolismo do seu corpo é acelerado, com isso o gasto energético aumenta, tendo a queima de calorias. A maior fonte de energia para o trabalho muscular nos exercícios físicos é a glicose proveniente do fígado. A utilização da glicose ocorre também durante as nossas atividades da vida diária, até mesmo dormindo, quando há aumento da perda da glicose, por isso é importantíssimo a necessidade de nos alimentarmos pela manhã antes de praticar exercício físico. Mas muitas pessoas se questionam o que comer antes e depois dos exercícios, para melhorar o desempenho e a composição corporal.

O que beber?

Bem, o principal de tudo em qualquer atividade física seja caminhada, Pilates ou exercícios de grande intensidade é a hidratação. Atividades físicas de menos intensidade pode-se ingerir apenas água, já em atividades de grandes intensidades as bebidas isotônicas são as mais indicadas pela grande perda de sais minerais.

O que comer?

A glicose é a melhor fonte de energia para o nosso corpo. A glicose tem inúmeras moléculas que são ligadas entre si, produzindo o que chamamos de carboidratos. Para que tenhamos um rendimento melhor nos exercícios de Pilates e outras atividades físicas, antes do exercício físico devemos ingerir uma fonte de energia, que nada mais é o substrato chamado carboidrato.

Os carboidratos são divididos em complexos e glicêmicos. Os complexos são alimentos que contêm fibras, por exemplo, pão integral, aveia e arroz integral. Esses alimentos são fontes de energia e tem o poder de retardar a fadiga nos exercícios. Durante os exercícios é importante a hidratação, por causa da sudorese (suor), quando eliminamos bastante água e sais minerais do nosso corpo. Quando realizamos exercícios físicos por mais de 1 hora, o mais indicado é as bebidas hidroeletrolíticas acrescidas com carboidratos.

Depois do exercício físico, o praticante deve consumir carboidrato novamente, mas esse com alto índice glicêmico como o pão e cereais de milho, para que tenha uma recuperação na energia perdida. Após o treino também é necessária a ingestão de proteínas, para ter uma definição e ganha de massa muscular como também reparar lesões adquiridas no treino realizado. Os alimentos ricos em proteínas encontrados são verduras, legumes, carnes (bovina, frango e peixe), nozes e amendoim, feijão, grão de bico e soja, clara de ovo, leite e seus derivados.

A atividade física é essencial para a nossa saúde, e precisamos estar cientes do que ingerir antes, durante e depois do Pilates ou qualquer outra atividade física para que os objetivos sejam alcançados. O importante para todos que praticam constantemente atividade física ou mesmo quem esteja começando é não parar e sempre consultar um médico, bem como um nutricionista. O qual poderá dar informações relacionadas à quantidade ou porções que podem ser ingeridas, que sejam adequadas para cada tipo de indivíduo.

O Mestre e o Método Pilates: A genialidade do criador

“Equilíbrio perfeito entre corpo e mente é aquela qualidade do homem civilizado, que não somente dá a ele uma superioridade sob o reino selvagem e animal, mas também provê ao mesmo todos os poderes físicos e mentais que são indispensáveis para atingir o objetivo da humanidade – Saúde e Felicidade.” Joseph H. Pilates 1934

Pilates é uma técnica desenvolvida por Joseph Hubertus Pilates que se baseou em estudos sobre anatomia, artes marciais e ginástica. Joseph nasceu em Dusseldorf na Alemanha em 1880 e se interessou pelo estudo do corpo humano desde muito jovem, pois era uma criança de saúde precária. Em seus estudos buscava diversas maneiras de superar sua limitação física e melhorar sua qualidade de vida. Levou seus estudos tão a sério que aos 14 anos já posava para quadros e livros de anatomia. Mais tarde, tornou-se esquiador, mergulhador, artista de circo e boxeador profissional.

Durante a Primeira Grande Guerra, Joseph foi morar na Inglaterra, mas devido a sua naturalidade alemã, foi perseguido e mandado para um campo de prisioneiros em Lancaster. Mal acostumado ao sedentarismo, Joseph passou a ensinar artes marciais e condicionamento físico aos colegas de prisão. Nessa época houve uma epidemia de Influenza – nome dado ao vírus causador da gripe – entre os encarcerados em todo o continente europeu, mas os detentos de Lancaster não tiveram os sintomas da doença, já que estavam mais fortes graças aos exercícios ensinados por Joseph H. Pilates.

Com o fim da Guerra, Joseph começou a trabalhar como voluntário em um hospital que recebia os doentes e mutilados de guerra. Nesse momento que começou a utilizar molas e materiais hospitalares a fim de facilitar a locomoção dos pacientes dando a eles melhor qualidade de vida, esses equipamentos deram origem aos que são utilizados pela técnica Pilates até os dias atuais. Após dez anos trabalhando com os doentes, Joseph voltou à Alemanha para aperfeiçoar seus estudos e conhecimentos para aplicar aquilo que tinha desenvolvido na Inglaterra.

Os aparelhos usados hoje mantêm a função original

Na Alemanha, seu método ficou conhecido. Assim, foi convidado para treinar o exército nacionalista, mas Joseph recusou-se trabalhar para o governo. Então, por volta de 1923, foi para Nova Iorque, onde abriu o seu primeiro estúdio. Apesar de não se saber muito a respeito de seu trabalho nos primeiros anos nos Estados Unidos, foi na altura dos anos 40 que mestre e método ficaram conhecidos entre bailarinos e coreógrafos no país. “Joe”, como o chamavam na classe de dançarinos, era indicado por nomes famosos do balé, como Ruth St Dennis, Ted Shaw, Martha Graham, George Balanchine e Jerome Robbins, propagando os conceitos do método entre alunos e bailarinos.

Em 1966, Pilates, perde seu estúdio em Nova Iorque em decorrência de um incêndio e no ano seguinte, 1967, aos 87 anos, falece por insuficiência respiratória. Sem deixar “herdeiros”, Clara Pilates, sua esposa, passou a gerenciar o estúdio até 1970 quando passou a direção para Romana Kryzanowska, ex-aluna de “Joe”. Além do estúdio fundado por Pilates, outros alunos abriram os seus próprios. Os pioneiros foram Carola Trier, dançarina, e Bob Seed, jogador de hockey. Mas as únicas instrutoras oficialmente certificadas pelo próprio Pilates tendo diploma da Universidade Estadual de Nova Iorque foram Kathy Grant e Lolita San Miguel.

Estúdio de J. Pilates dirigido por Romana Kryzanowska

Estúdio de J. Pilates dirigido por Romana Kryzanowska

Ron Fletcher era dançarino de Martha Graham e devido a uma lesão no joelho começou a estudar com “Joe”. Fletcher, nos anos 70, abriu seu estúdio em Los Angeles sendo o maior divulgador do método, pois atraiu muitas estrelas de Hollywood.

O repertório original de 34 exercícios de Pilates tem sido expandido e modificado por instrutores e organizações de certificado pelo mundo. Entretanto, o foco em fortalecimento e alongamento do corpo permanece como um ingrediente essencial de treino. Atualmente, o ensino do método Pilates, no mundo todo, é baseado no estúdio de Fletcher, já que ele tinha profundo conhecimento do conceito original do método além de ter incorporado elementos importantes a ele.

O método Pilates pode ser encontrado, hoje, em academias, universidades, escolas de dança, clínicas, centros de reabilitação e hospitais. No meio científico a contribuição veio do Centro de Medicina dos Esportes de Saint Francis Memorial Hospital, São Francisco em meados de 1984, que abriu seu espaço a fim de reabilitar dançarinos e atletas por meio da série de exercícios do Pilates. O trabalho do Saint Francis foi incorporado na medicina social e em programas de conhecimento físico e prevenção de disfunções músculo-esqueléticas.

Conheça o método de Pilates ministrado na HT Pialtes:

O Pilates praticado na HT Pilates vai muito além de uma simples aula. Através do nosso planejamento você terá organizada toda a sua estrutura corporal de maneira única no mercado. A reeducação do movimento combinada com o Pilates irá conservar as suas habilidades corporais por muito mais tempo.

 

Oferecemos aulas especificas para diferentes grupos:

  • HT para grupos de no máximo 3 pessoas

Para mulheres e homens que desejam aprender mais sobre seus corpos, tonificar musculatura, ganhar flexibilidade e mobilidade e outros benefícios proporcionados pelo método.

  • HT Reabilitação

Através do método Pilates e reeducação do movimento, trabalhamos diferentes disfunções de coluna, ombros, quadris e joelhos.

  • HT Diversão (de 8 a 15 anos)

Aula divertida com professores especializados em desenvolvimento motor, que vai ajudar os mais novos, a usarem melhor seu corpo e ajudar a restaurar os desequilíbrios ocasionados pela má postura adquirida pelo uso do computador, na escola, pelo uso de mochila e atividades do dia-a-dia.

 

  • HT para Melhor Idade

Aula mais cadenciada e focada na melhora da força muscular, equilíbrio e resposta motora.

  • HT para Mamães

Ajuda a fortalecer músculos utilizados na hora do parto, alivia dores de coluna e diminui edemas.

Entre em contato conosco e marque sua aula experimenta gratuita:

Av. São Gualter, 1949. São Paulo (SP)

(11) 2619 9245

(11) 8104 0591

contato@htpilates.com.br

www.htpilates.com.br

 

img31

Nutrição básica: como manter uma alimentação saudável diariamente

Para uma boa alimentação é de suma importância escolher os alimentos certos e nas quantidades certas nas diferentes fases da vida. A nutrição visa equilibrar a qualidade dos alimentos e as quantidades que estes devem ser consumidos.  Os alimentos possuem nutrientes que são substâncias usadas pelo nosso corpo a fim de fornecer a energia necessária para que ele funcione corretamente.

Os guias alimentares mais conhecidos são as pirâmides alimentares. As pirâmides alimentares são esquemas gráficos que distribuem os vários tipos de alimentos e as quantidades em que cada um deve ser ingerido nas refeições diárias, para ser usado como um roteiro para uma alimentação. Um exemplo é a pirâmide americana de 2005 do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos.

Imagem: Reprodução/My pyramid

Imagem: Reprodução/My pyramid

Nela estão representados os grupos de alimentos e o incentivo à prática de atividade física. A base mais larga representa os alimentos que apresentam menores ou nenhuma quantidade de gorduras saturadas e açúcares adicionados, ou seja, que devem ser consumidos mais frequentemente. O topo, mais estreito, representa alimentos contendo mais açúcares e gorduras saturadas, devendo ser consumidos com moderação.

Desmembrando a pirâmide

Atividade física: representada pelo indivíduo subindo as escadas. É recomendado que se pratique atividade física por pelo menos 30 minutos na maioria dos dias, sendo que para crianças e adolescentes essa recomendação sobe para 1 hora todos os dias ou na maioria deles.

Laranja: representa o grupo dos pães e cereais: É recomendado a ingestão de pelo menos 3 porções de pão integral, cereal, alimentos integrais, arroz ou massa todos os dias, dando preferência sempre para os integrais.

Verde: representa o grupo das verduras e legumes. É recomendado uma maior ingestão de verduras verdes escuras, verduras e legumes alaranjados e leguminosas. Esses alimentos apresentam boa quantidade vitaminas e minerais necessários para a boa regulação do organismo.

Vermelho: representa o grupo das frutas. É recomendada a ingestão de uma grande variedade na forma de frutas frescas, congeladas, compotas, desidratas ou secas e sucos. Assim como o grupo verde apresentam boa quantidade de vitaminas e minerais.

Amarelo: representa os óleos e as gorduras. Consumir com moderação. Dar preferência para óleo de girassol, canola e soja.

Azul: representa o grupo do leite e derivados. É recomendado consumir o leite na forma semi-desnatada ou desnatada ou sem gordura. Se não consome ou não pode ingerir o leite preferir os produtos sem lactose ou outras fontes de cálcio (queijos, iogurte, etc.).

Roxo: representa o grupo das carnes e feijões. É recomendado dar preferência para as carnes magras, as preparações cozidas, assadas e grelhadas e, variar nas escolhas, ou seja, consumir mais peixes, feijões, ervilhas, nozes e castanhas. Esse grupo tem como função a construção e a proteção por serem fontes de proteína e substâncias antioxidantes.

Respeitando as quantidades (estreitamento da pirâmide) e praticando atividade física já é um grande passo para levar uma vida mais saudável.

Musculação e Pilates, uma perfeita combinação

A musculação é uma atividade física sempre muito procurada tanto para a saúde como para estética. Independente da finalidade para qual é procurada,  a associação com Pilates traz resultados excelentes. Ao contrário do que pensam os praticantes, o Pilates e a musculação formam uma excelente  combinação, uma vez que trabalham com focos complementares.

O Pilates foca o trabalho tanto de força como de flexibilidade em musculaturas profundas, enquanto a musculação foca musculaturas mais superficiais.  Por trabalhar com a estabilização e alinhamento do corpo durante seus exercícios, o Pilates recruta a musculatura localizada mais internamente, como transverso do abdômem e multífidos. Isso permite que articulações se mantenham protegidas.

Além disso, a principal característica do método Pilates é a utilização do centro de força (abdômem, musculatura pélvica e das costas) para a realização dos exercícios, o que traz uma grande consciência corporal de como manter a região lombar estabilizada na prática de qualquer atividade, seja do dia-a-dia seja durante a prática da musculação, o que se torna importante na proteção dessa região lombar durante a prática dos exercícios.

Assim as atividades podem se complementar perfeitamente, à medida que juntas trabalham um maior número de grupos musculares desde os profundos até os mais superficiais. Trabalhando o corpo,   de maneira cada vez mais integral. Não só pelos músculos complementares como também pelos resultados complementares (flexibilidade, força, hipertrofia, resistência, entre outros), promovendo tanto uma excelente estética como saúde!

Morre um dos grandes visionários do método Pilates

A HT Pilates lamenta a perda de um dos grandes visionários e mestres do método Pilates. Ron Fletcher, aos 90 anos, deixa seu legado de genialidade e simpatia para o mundo.

Um dos primeiros alunos do próprio Joseph H. Pilates e bailarino de Martha Graham, em Nova York, Fletcher abriu seu próprio estúdio e agregou elementos importantíssimos ao método original, os quais são usados até hoje no mundo todo.

Biografia

Nascido em 1921, na pequena Dogtown na fronteira entre Missouri e Arkansas, em sua tenra idade sua única visão era um horizonte distante. Porém, no final de sua adolecência, com uma pequena educação formal e nada mais do que alguns dólares no bolso, um casaco e um coração repleto de sonhos, ele deixou a zona rural do sul em busca das luzes e uma promessa, em Nova York City.

A princípio, ele trabalhou como redator publicitário e outros trabalhos chatos, mas um concerto de dança mudou a trajetória de sua vida e o levou ao seu primeiro grande chamado: a Dança. Com formação zero em dança, mas em mesma intensidade de certeza, confiança e determinacão, Ron foi capaz de persuadir a grande Martha Graham a aceita-lo em sua companhia de dança. Trabalhando com ela – e mais tarde com o grande coreógrafo Yeichi Nimura -, Ron encontrou a maior inspiração criativa de sua vida. Durante esse período, uma lesão no joelho o levou a sua outra grande inspiração: o casal Joseph e Clara Pilates.

O Pilates em sua vida

Durante seus 30 anos de carreira no mais alto nível da indústria do entretenimento, que inclui, em sua maioria, coreografias de produções da Broadway, filmes em Hollywood, o International Ice Capades, clubes noturnos e cabarets de Chigado a Paris e Nova Orleans, o trabalho de Ron com Joseph e Clara Pilates foi constante e para o qual voltava ano após ano.

Através da luta e vicissitudes da indústria do entretenimento, bem como através dos desafios pessoais de alcoolismo intenso, Ron Fletcher continuou a trabalhar e aprender com o casal Pilates. Eles foram seus professores e mentores, e ele seu discípulo e protegido. De 1968 a 1971 – após a morte de Joseph Pilates – Ron estudou com Clara Pilates, foi quando ele começou a forjar a idéia de se engajar para o resto de sua vida ao desenvolvimento, evolução e disseminação do método Pilates.

Pilates ganha o mundo

Em 1971, em seu movimento para a preservação do método Pilates e levar para o mundo experimentar, Ron abriu o seu primeiro estúdio de Pilates na costa oeste, em Beverly Hills, Califórnia. Uma vez lá, ele foi saudado pela imprensa local e nacional como um guru de fitness e devido à publicidade que recebeu, abrir seu estúdio foi nada menos que fenomenal. Em 1978, ele publicou seu livro “Every Body Is Beautiful”, que recebeu diversas críticas. Encorajado por Clara, ele continuou a desenvolver o método Pilates, incorporando conceitos e técnicas, como a Respiração Percussiva, Fletcher Towelwork, Floorwork e Barrework.

Em 2003, Ron foi autorizado e, assim, aprovou o The Ron Fletcher Program of Study (Programa de Ron Fletcher de Estudo – em tradução livre), um currículo abrangente e uma escola desenvolvida a fim de divulgar sua visão única do método Pilates. O Programa recebeu licenciamento formal do estado em 2007 e é atualmente ensinado em cinco campi nos Estados Unidos, bem como em 8 países ao redor do mundo.

Ron deixa saudades e súditos

Ron Fletcher era um professor generoso e espirituoso, um mentor sempre disponível, uma alma dotada com um coração de leão. Um mestre guiado unicamente pela graça de seu poder divino superior. Amado por todos à sua volta, amava profundamente em troca.

Seus olhos azuis nunca deixou de piscar, a sua mente brilhante nunca falhou, ele sempre estava alerta até o fim. O mundo perde um grande visionário e amoroso mestre e os céus ganham uma alma generosa e amada.

Uma homenagem à sua memória está programada para o dia 5 de Maio de 2012 em Tucson, no Arizona.

A pedido de Ron, doações podem ser feitas, em sua memória, para sua causa animal preferida. Ron faleceu de causas naturais, no dia 6 de dezembro de 2011.

Incontinência urinária é comum em homens e mulheres

A incontinência urinária afeta mais de 10 milhões de idividuos no Brasil, 25% desses casos são do sexo masculino. A incontinência urinária é pouco discutida nos dois sexos, principalmente no sexo masculino por vergonha e aceitação do problema.

Fazem parte do aparelho urinário os rins, e as vias urinárias como o ureter, a bexiga e a uretra. É na bexiga que a urina é armazenada. As vias urinárias são estruturas muito próximas de outros órgãos e que ficam próximas da parede do músculo abdminal. Nos sexo masculino, a próstata envolve a uretra. Já no sexo feminino, a bexiga fica muito perto do útero, que tem o formato de uma pera, e a uretra fica pouco acima da vagina.

Controlar a urina é um ato voluntário comandado pelo sistema nervoso central. O comprometimento da musculatura dos esfincteres ou do assoalho pélvico, gravidez ou tumores podem interferir neste controle no sexo femino. No sexo mausculino também tem esses fatores igual ao sexo feminino como outros motivos Acidente Vascular Cerebral (Derrame), Traumatismos medulares, Doença de Parkinson ou cirurgias prostáticas (prostatectomia radical). Todos esses fatores citados provoca a micção invonluntária tendo a incontinência urinária.

Incontinencia urinária de esforço:  Consiste na perda involuntária de urina durante uma atividade como tossir, correr, saltar, etc, diferindo de pessoa para pessoa. Alguns indivíduos apenas perderão uma pequena quantidade de urina esporadicamente, possivelmente durante um curto período de tempo, ao passo que outros poderão perder urina constantemente e por longos períodos de tempo. Muitos recuperam da incontinência por completo mediante um tratamento adequado.

Foto: Ulf Huett Nilsson/Johnér Images/Corbis

Foto: Ulf Huett Nilsson/Johnér Images/Corbis

Tramento para a Incontinência Urinária como a fisioterapia e o Pilates são métodos importantes para melhora do caso. A fisioterapia utiliza a eletroterapia, o biofeedback e os exercícios para o assoalho pélvico (principalmente exercício de Kegel). Esses recursos têm o intuito de melhorar a força e resistência dos músculos responsáveis por conter a urina. Através do método de Pilates a musculatura responsável pela contenção da urina, períneo/assoalho pélvico possa ser estimulada e obter os ganhos para melhora da incontinência urinária.

Hipertensão: Uma doença silenciosa e perigosa

Dia 26 de abril é o dia de Combate e Prevenção da Hipertensão e para conscientizar as pessoas sobre os problemas que essa doença pode causar, vamos fazer uma série esta semana de esclarecimentos sobre como prevenir e tratar a hipertensão.

O que é

A Hipertensão é uma doença crônica a qual caracteriza-se pela pressão sanguínea elevada dentro das artérias, isso faz com que o coração tenha que fazer um esforço muito grande para bombear o sangue.

Para ser considerada hipertensa, a pessoa deve apresentar a pressão sanguínea igual ou superior a 140/90 mmHG.

Sintomas

A hipertensão é uma doença silenciosa, muitas vezes não apresenta qualquer sintoma e é descoberta durante exames de rotina ou por outro problema de saúde.

As pessoas que sofrem de hipertensão queixam-se de dores de cabeça, principalmente na parte posterior, vertigens, zumbido, desmaios e distúrbios na visão.

Consequências

A Hipertensão pode levar a os agravamentos de saúde, tais como:

– AVC (Acidente Vascular Cerebral);

– Enfarte do miocárdio;

– Aneurisma;

– Insuficiência renal;

– Insuficiência cardíaca.

Fatores de risco

– Genética;

– Fumo;

– Bebidas alcoólicas;

– Obesidade;

– Estresse;

– Consumo de sal

– Colesterol alto;

– Sedentarismo.

Grupo de risco

As pessoas que correm maior risco de sofrer de hipertensão são:

– Pessoas negras;

– Homens com menos de 50 anos;

– Mulheres acima de 50 anos;

– Diabéticos.

Tratamento

O melhor tratamento para a hipertensão é preveni-la, para isso recomenda-sse um estilo de vida saudável:

– Manter o peso normal;

– Reduzir o consumo de sal;

– Praticar atividade física regularmente;

– Evitar o consumo de álcool;

– Manter uma alimentação saudável rica em frutas e vegetais.

Se a pessoa já sofre de hipertensão, trocar o estilo de vida pelo citado acima é a primeira recomendação para manter a pressão abaixo de 12 por 8. Reduzir o peso corporal em até 10% ajuda muito a reduzir a pressão.

Praticar atividades que aliviam o estresse como relaxamento, Yoga e meditação também ajudam muito para manter a pressão sob controle. Em casos extremos, recomenda-se o uso de anti-hipertensivos, que são vasodilatadores, mas são acompanhados de elefeitos colaterais.

Diminuir consideravelmente o uso do sal já é provado que melhora muito a hipertensão. Recomenda-se a abstenção de pelo menos 4 semanas para sentir os benefícios. Um dieta rica em vegetais com o frutas, verduras, legumes e cereais, diminui drasticamente os efeitos da hipertensão.

Hipertensão: Mitos e verdades

A hipertensão é uma doença silenciosa, mas que merece muita atenção. Geralmente associada a outras patologias, a hipertensão pode agravar essas doenças e estimular o aparecimento de outras.

Amanhã, 26 de abril, comemora-se o Dia da Prevenção e Combate à Hipertensão. Conscientize-se e leve esta mensagem aos seus amigos e familiares, pois com cosciência e hábitos saudáveis é possível combater esse mal.

O tratamento da hipertensão é realizado com a adoção de hábitos saudáveis, associando uma dieta rica em vegetais e cereais e a prática regular de atividade física supervisionada.

Em alguns casos é necessário a administração de medicamentos anti-hipertensivos, o que não dispensa a adoção de hábitos saudáveis.

Confira quais são os mitos e as verdades sobre a hipertensão:

Dor de cabeça: Verdade

O aumento da pressão pode ocasionar em fortes dores de cabeça.

Olhos vermelhos: Verdade

Um dos sintomas da hipertensão são os olhos vermelhos. A pressão sanguíneo força o inchaço nos vasos dos olhos provocando hemorragia ocular.

Sangue no nariz: Verdade

Devido ao aumento da pressão, os vasos sanguíneos do nariz podem se romper.

Alimentação influencia no aumento da pressão: Verdade

Muitos alimentos devem ser evitados por hipertensos, pois estimulam o aumento da pressão, tais como, gorduras, condimentos, embutidos, sal e frituras.

Estresse piora a hipertensão: Verdade

Estresse, nervoso e ansiedade provocam o aumento da pressão.

Hipertensos não podem fazer exercícios: Mito

Os hipertensos não só podem como devem praticar atividade física regularmente. Com os cuidados necessários para que a pressão não suba, Pilates, Yoga e meditação.

Hipertensão tem cura: Mito

A hipertensão é uma doença crônica incurável e geralmente está associada a outros problemas de saúde. Adotando os hábitos saudáveis e seguindo as orientações médicas, o hipertenso pode viver com qualidde de vida e bem-estar.

Hipertensão é assintomática: Verdade e Mito

A hipertensão é uma doença que pode ter sintomas, mas são raros, aparecendo em casos mais graves. Por causa disso, é conhecida como uma doença silenciosa.

Hipertensos ficam dependentes de medicação: Mito

Casos mais graves da doenças requerem a administração de medicação por tempo e dose indeterminados. Porém, com a adoção de hábitos saudáveis, a medicação pode ser suspensa.

A medicação anti-hipertensiva diminui o desempenho sexual: Mito

Hoje em dia, as drogas anti-hipertensivas têm menores efeitos colaterais e não afetam o desempenho sexual dos hipertensos.

Hipertensão: escolha os alimentos certos

Foto: Corbis

Quem sofre de hipertensão deve combinar a prática regular de atividade física com uma alimentação balanceada, para manter a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida.

Em coscientização da população, no dia 26 de abril, comemora-se o Dia da Prevenção e Combate à Hipertensão. Faça exames regularmente e pratique atividade física.

Os hipertensos devem priorizar alimentos que reduzem o colesterol, a massa gorda e ricos em fibras, essa combinação ajuda na liberação do sistema cardiovascular.

Confira os alimentos que não podem faltar na despensa:

1) Farelo de trigo

2) Morango

3) Semente de abóbora

4) Soja

5) Melancia

6) Batata

7) Oleaginosas

8) Azeite

9) Linhaça

10) Alho

11) Feijões

12) Espinafre

13) Banana

14) Inhame

15) Cenoura